Origem | Notícias
Planejamento das nossas Áreas Verdes.

Em relação ao conceito das áreas publicas verdes de nossa cidade, tendo como parâmetros o crescimento populacional, o modo de urbanização, agregado a intensificação do uso do solo e dos modos de vida diferenciados dos vários segmentos sociais, torna-se facilmente perceptível que possuem grande dificuldade de atender as demandas da comunidade. Na sua grande maioria, podemos vários níveis de inadequação, obsolescencia e degradação, aliada as ações de vandalismo, depredação e pouca ou quase nenhuma diversificação de equipamentos.

Trata-se indiscutivelmente, de uma questão primordial não apenas referente a arquitetura, mas, sobretudo, a valorização dos espaços públicos, possibilitando a sociedade desfrutar de áreas amenas, harmônicas, salutares, aprazíveis, seguras, com características próprias e que venham ao encontro do que a população anseia, com o intuito de resgatarmos a gênese do espaços públicos, no qual o próprio espaço se materializa e reproduz relações sociais embasadas em relações econômicas, podendo ajudar a compreender a territorialidade destes espaços, ao longo da historia e nos tempos atuais.

Ao fazermos uma comparação da paisagem urbana, envolvendo as áreas verdes bem como os prédios e outras construções que as cerceiam, evidenciamos nitidamente a pobreza arquitetônica que as contemplam. Afinal em Marilia, das centenas de áreas verdes (praças) existentes, poucas realmente dispõem de estrutura arquitetônica dignas de apreciação e valor historico, providas de coretos, fontes luminosas, chafarizes, iluminação, playground, equipamentos de ginástica, adequação entre a vegetação o concreto, acessibilidade as pessoas da terceira idade, portadores de deficiências, presença de lixeiras incentivando a coleta seletiva, existência de identificação das espécies arbóreas existentes.

Portanto, existe uma grande dissonância entre a disposição real do contexto estrutural das mesmas, e o que realmente elas deveriam proporcionar a população local, privilegiando desde as crianças ate os idosos, respeitando acima de tudo, o direito das pessoas de usufruírem de locais que preservem tanto o meio ambiente local quanto as características inerentes a cidade, conferindo aos munícipes maneiras alternativas de contemplarem a natureza, valorizando os seus benefícios, mudando conceitos errôneos e adotando medidas saudáveis cotidianas, como caminhadas, exercícios físicos e proporcionar maior interatividade entre as pessoas.

Todavia, ainda podemos reverter esta vexatória situação deflagrada pelo poder publico, integralmente descomprometido e avesso ao bem estar da população e a preservação de nosso meio ambiente, combalido e constantemente agredido impiedosamente, menoscabando suas riquezas, sua interface, sua diversidade, propiciando a sociedade um cenário deprimente de abandono, de maus exemplos, de inexistência de planejamento, de profissionais habilitados, de vontade política para cumprir as diretrizes legais, as quais resguardam impreterivelmente este direito aqueles que contribuem assiduamente através do pagamento de seus tributos.

 
Dr. Ricardo Cavichioli Scaglion
Médico Veterinário

 

+ Notícias
Origem Marca Presença na Assembléia de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) de Marília-SP

ONG Origem é selecionada para participar da Campanha Bicicleta nos Planos

Feira Popular de Luta Contra os Agrotóxicos

ONG Origem é selecionada para participar da Campanha Bicicleta nos Planos

Petição Pública: Inclusão da bicicleta na elaboração do Plano de Mobilidade Urbana de Marília.

Plantio Global - 18/03/2018 - Bairro Maracá em Padre Nóbrega

1º Passeio Ciclístico Origem

Plantio Global - 18/03/2018 - Bairro Maracá em Padre Nóbrega

Aprovação do Dia do Ciclista em Marília.

1º Reunião do Conselho Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - (CADES)

1º Passeio Ciclístico Origem

Plantio Global 2018

Palestra com Silvio Tukano

Plano de Coleta de Entulhos e Resíduos Sólidos Residenciais.

Contribuição da ORIGEM para enfrentar o mosquito Aedes Aegypti em Marília.

Proposta para criação de "Ciclovia do Espigão Central" de Marília.

Recuperação de Ecossistema com Manejo Agro Sustentável.

Mudanças no Código Florestal.

Pegada Ecológica.

Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias - Represa Cascata.

200 voluntários limpam Represa Cascata.

Gincana SWU Impacto Zero!

Origem, Rotaract Clube e Rotary Marília Pioneiro - Campanha de Educação Ambiental.

Redescobrindo a Natureza - ORIGEM e Instituto Salve o Planeta Terra.

Redescobrindo a Natureza.

Dia Mundial de Limpeza dos Rios e Praias do International Coastal Cleanup.

Resgatando a História de Marília.

Campanha Recicle JÁ.

Dia Mundial do Meio Ambiente - Atividade 2010.

Cidade para todos e todas com Gestão Democrática, participativa e Controle Social.

Seminário - Água Limpa para um Mundo Saudável.

ORIGEM cobra Plano Diretor para adequar Saneamento.

Seminário Cuidar da Água: Um desafio para a Sociedade.

V Encontro da FONASC-CBH.

Reunião do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Aguapeí e Peixe - CBH AP.

Em Defesa do Código Florestal.

Origem